Notícias

20 ago
2021

MitraClip em paciente com insuficiência Mitral degenerativa

Avalie esse caso de MitraClip em paciente com insuficiência Mitral grave.

Alto risco cirúrgico e insuficiência cardíaca classe IV com dispneia em repouso.

É importante salientar que exames de imagem pré operatórios como ecocardiograma transesofágico 3D são fundamentais para definir aqueles pacientes que podem se beneficiar deste tratamento. Além disso, esses exames podem avaliar os resultados.

Gostaria de saber mais sobre o Mitraclip, clique aqui.

Prolapso e flail de A2 e P3.
 Realizado implante de MitraClip.

Procedimento por cateter, totalmente sem cortes para tratar a valva mitral.

Passos do MitraClip em paciente com insuficiência Mitral grave

  1. Punção da veia femoral direita
  2. Punção do septo interatrial (superior e posterior)
  3. Introdução do clipe XTR no átrio esquerdo e posicionamento na valva mitral sob orientação de ecocardiograma transesofágico 3 D
  4. Clipe implantado unindo o folheto anterior com o posterior (A2 – P2)
  5. Criação de valva mitral com duplo orifício e eliminação da insuficiência valvar avaliados pelo ecocardiograma e pela pressão de átrio esquerdo, que caiu de 21 para 12 mmHg
  6. Paciente extubada na sala e alta hospitalar 2 dias após o procedimento e sem sintomas.

Excelente alternativa minimamente invasiva à cirurgia convencional para tratar insuficiência mitral grave em pacientes idosos ou de alto risco cirúrgico e anatomia adequada.

Siga o Dr. Eduardo Saadi no Instagram e acompanhe de perto mais informações.

QUER COMPARTILHAR ESTE CONTEÚDO?