A+ A-

Notícias - Campanha de Prevenção do Aneurisma da Aorta faz apelo: Não deixe estourar.

O estado do Rio Grande do Sul é o único do Brasil a contar, no calendário oficial, com campanha de prevenção e combate ao aneurisma da aorta. A importância de alertar a população sobre a doença praticamente desconhecida, mas que é grave e assintomática, fez com que, em 2009, o cirurgião cardiovascular gaúcho Eduardo Keller Saadi procurasse a Assembleia Legislativa do RS. Os deputados entenderam a relevância do projeto e ele acabou virando lei. E, desde 2010, anualmente, no final do mês de outubro, ocorre a Semana Estadual de  Prevenção e Combate ao Aneurisma da Aorta. Entre as ações, estão a distribuição de cartilhas informativas, palestras e exames gratuitos de rastreamento.

“A aorta é a principal artéria do corpo humano. Mede cerca de 2 cm de diâmetro e  leva sangue para todo o organismo. O Aneurisma da Aorta é caracterizado por um enfraquecimento num determinado ponto da parede arterial, na altura do abdome ou do tórax. Podemos compará-lo com um balão de festa ou com uma bolha: infla silenciosamente e, quando rompe, provoca hemorragia interna grave, resultando em 90% de óbitos. Apenas metade dos pacientes com Aneurisma da Aorta roto consegue chegar viva ao hospital. Entre esses doentes, mais de 50% morrem durante ou após cirurgia de urgência.” - Explica o cirurgião cardiovascular Eduardo Keller Saadi, especialista em correção de aneurismas de aorta com métodos minimamente invasivos e coordenador estadual da campanha.

O aneurisma normalmente é descoberto quando a pessoa faz exames de imagem como Rx ou ecografia para investigar outra doença.  Entre nós brasileiros, não há o hábito de checar a existência de aneurisma. No entanto, é importante descobrir a dilatação logo no início como orienta Dr Saadi: “Peça ao médico para fazer um exame de imagem. Aneurisma da Aorta tem cura. Basta tratar clinicamente e acompanhar seu crescimento. Se ele chegar a 5 cm ou mais de diâmetro,  não significa uma sentença de morte. Os procedimentos disponíveis, principalmente os endovasculares, que são minimamente invasivos, corrigem o problema com segurança. Hoje, com uma simples punção, sem incisão ou corte, é possível introduzir, por dentro da artéria, um cateter que leva uma prótese e elimina o aneurisma. A recuperação é rápida e a vida normal é retomada em poucos dias. O método beneficia, principalmente, pessoas idosas e com doenças associadas. ”

 

 

Principais fatores de risco

Os principais fatores de risco para formação ao aneurisma da aorta são hipertensão arterial, história familiar de aneurisma e tabagismo.


Palestra e rastreio gratuitos

No dia 27 de outubro, às 19h, no auditório do Hospital Mãe de Deus – HMD (Rua José de Alencar, 286), em Porto Alegre, Dr. Saadi ministra palestra com entrada franca. As primeiras 100 pessoas que chegarem ao local e que pertençam ao grupo de risco, ou seja, acima de 60 anos, recebem senhas para realizar ecografias gratuitas. O mutirão de exames de imagens que vai rastrear o Aneurisma da Aorta será realizado no sábado, dia 31 de outubro, a partir das 8h, no HMD - (Rua José de Alencar, 286). Os resultados são fornecidos no final de cada exame. Os casos que apresentem alargamento na artéria são orientados para tratamento.

“Há seis anos a campanha de prevenção e combate ao Aneurisma da Aorta vem salvando vidas de gaúchos. Saber que se carrega um aneurisma no peito ou na barriga e poder tratá-lo antes de romper, na maioria dos casos,  é o divisor entre a vida e a morte”. – Conclui Dr. Saadi.


Dados sobre Aneurisma

Cerca de 5% da população masculina e 0,4% da feminina, acima de 60 anos, apresentam aneurisma na principal artéria do corpo humano, a aorta. Em 2010, o Ministério da Saúde registrou 6.680 óbitos no Brasil: 1.063 no Sul, 4.016 no Sudeste, 456 no Centro-Oeste, 977 no Nordeste e 168 no Norte. Mas, os números podem ser ainda maiores porque muitos casos não são detectados e não são notificados.


Serviço

Campanha de Prevenção e Combate ao Aneurisma da Aorta


Dia 27/10 – 19h –  auditório do Hospital Mãe de Deus (Rua José de Alencar, 286), Porto Alegre.


Palestra com entrada franca do Dr. Eduardo Keller Saadi. As primeiras 100 pessoas, acima de 60 anos, que chegarem ao local ganham senhas para ecografia gratuita para rastrear a doença no sábado, dia 31/10.


Dia 31/10 – a partir das 8h – acesso 1 do Hospital Mãe de Deus (Rua José de Alencar, 286), Porto Alegre.


Mutirão de ecografias gratuitas para rastreamento de aneurisma da aorta.


Informações: 51 3222-4111

Campanha de Prevenção do Aneurisma da Aorta faz apelo: Não deixe estourar.